Associação entre capacidade funcional e fragilidade em pessoas idosas residentes no interior paulista
pdf
XML

Palavras-chave

envelhecimento
fragilidade
enfermagem
idoso fragilizado
estado funcional

Como Citar

Marcia Thaís de Souza, Higor Matheus de Oliveira Bueno, Ana Olívia Veneroso de Almeida, Felipe Bueno da Silva, Lígia Lopes Devoglio, Tatiane Montalatto Marques, … Aline Maino Pergola-Marconato. (2023). Associação entre capacidade funcional e fragilidade em pessoas idosas residentes no interior paulista. RIAGE - Revista Ibero-Americana De Gerontologia, 4. https://doi.org/10.61415/riage.82

Resumo

Este estudo pretendeu analisar a capacidade funcional e a fragilidade de pessoas idosas residentes em Araras/SP/Brasil. Método: Estudo multicêntrico, analítico e quantitativo que utilizou a Escala de Fragilidade de Edmonton (EFE) e de Lawton e Brody. A coleta de dados foi iniciada em 2021, presencialmente e individualmente por meio do Google Formulários, e segue em andamento. Participaram pessoas idosas com idade igual ou superior a 60 anos, residentes do município de Araras/São Paulo e que possuíam capacidade cognitiva para responder às escalas. Realizado o teste Qui-Quadrado para verificar associação (α=5%; p-valor<0,05). Este estudo foi aprovado sob parecer Nº 4.393.230. A amostra foi composta por 112 participantes, com idade média de 70,2 anos, 63,4% relataram morar com companheiro(a), 72,3% possuía algum tipo de doença crônica não transmissível, a maioria (58,9%) foi considerada como frágil e 47,3% como dependente, e foi verificada associação entre fragilidade e dependência funcional (p<000,1). Entre aqueles classificados como frágeis, 60,6% apresentaram algum grau de dependência. Em contrapartida, daqueles não frágeis, 71,7% foram classificados como independentes e 28,3% como dependentes. A população em questão apresenta demandas significativas de fragilidade e dependência, demonstrando a relevância de implementar estratégias  efetivas de atenção à saúde e promoção para o envelhecimento saudável.

https://doi.org/10.61415/riage.82
pdf
XML