Adesão ao autocuidado da pessoa com Diabetes Mellitus Tipo 2
pdf
XML

Palavras-chave

idoso
autocuidado
cooperação e adesão ao tratamento
diabetes mellitus tipo 2

Como Citar

Pedro Emanuel Lima Silva, Mafalda Sofia Gomes Oliveira da Silva, Maria Margarida Silva Vieira Ferreira, & Rita Costa. (2023). Adesão ao autocuidado da pessoa com Diabetes Mellitus Tipo 2. RIAGE - Revista Ibero-Americana De Gerontologia, 4. https://doi.org/10.61415/riage.69

Resumo

O presente estudo pretendeu avaliar o impacto da adesão ao autocuidado da pessoa idosa com Diabetes Mellitus tipo 2. Trata-se de um estudo quantitativo, transversal e descritivo. Amostra por bola de neve, composta por 38 pessoas idosas não institucionalizadas. Utilizou-se a Escala de Autocuidado com a Diabetes traduzida e adaptada por Bastos (2004), que avaliou a adesão quanto às atividades de autocuidado: alimentação geral, alimentação específica, atividade física, monitorização da glicemia, cuidados com os pés, medicamentos e hábitos tabágicos. A amostra é composta por pessoas do género feminino (57,9%), média de 68 anos, reformados (73,7%), 1º ciclo do ensino básico (50%) e com diagnóstico médico realizado entre 6 a 10 anos de idade. 84,2% afirmam possuir uma comorbilidade associada à Diabetes. Seguem uma alimentação saudável em média 3,9 dias/semana, e na alimentação específica verificou-se adesão em média de 2,5 dias/semana. Baixa adesão na “Atividade física”, com uma média de 1,7 dias. Quanto à “Monitorização da glicémia”, avaliam o nível do açúcar em média de 2,4 dias/semana. Em média 5,7 dias tem boa adesão quanto aos “Cuidados com os pés”. Boa adesão aos “Medicamentos”, em média de 4,8 dias/semana. Cerca de 92,1% não fuma atualmente e, destes, a maioria nunca fumou. As atividades de autocuidado com maior adesão foram a toma de medicamentos para a diabetes e o autocuidado com os pés. As atividades com menor adesão consistiram na monitorização da glicemia e atividade física. É essencial informar e consciencializar a pessoa com diabetes para que seja responsável pela adoção de hábitos de vida saudáveis.

https://doi.org/10.61415/riage.69
pdf
XML