ITINERÁRIOS NA UNIVERSIDADE DA MATURIDADE: REPERCUSSÃO DE PRÁTICAS EDUCATIVAS PARA O EMPODERAMENTO DE PESSOAS IDOSAS
PDF
XML

Como Citar

Brito, M., Osório, N., Neto, L., Filho, F., Oliveira, N., & Alves, A. (2024). ITINERÁRIOS NA UNIVERSIDADE DA MATURIDADE: REPERCUSSÃO DE PRÁTICAS EDUCATIVAS PARA O EMPODERAMENTO DE PESSOAS IDOSAS. RIAGE - Revista Ibero-Americana De Gerontologia, 5. https://doi.org/10.61415/riage.243

Resumo

O trabalho foi desenvolvido durante estudos de doutorado na disciplina Vivências, do Programa de Pós-Graduação em Educação na Amazônia (PGEDA), no polo da Universidade Federal do Tocantins (UFT), na sede da Universidade da Maturidade (UMA). Esta pesquisa surge através de inquietações e busca colaborar com reflexões sobre a indagação “Como as práticas educativas desenvolvidas na Universidade da Maturidade contribuem para o empoderamento de pessoas idosas?”. A metodologia é um estudo de caso, qualitativo alcançado com coleta de informações, técnicas de revisão bibliográfica, análises documental e exploratória e entrevistas. Os resultados envolvem apontamentos fenomenológicos das vivências que os pesquisadores alcançaram no espaço, em suas relações técnico-científicas com os participantes do programa, além de análises. O referencial contempla discussões quanto aos Itinerários Formativos na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e considera as possibilidades de empoderamento de pessoas idosas, dado depois do acesso ao conhecimento, no viés da Educação ao longo da vida. A pesquisa reflete sobre a relevância de práticas extensionistas que podem colaborar com a modalidade educativa EJA, ao verificar como geram empoderamento de pessoas que envelheceram e mantêm a capacidade de direcionar suas ações com competência.

https://doi.org/10.61415/riage.243
PDF
XML