ABORDAGEM PALIATIVA A PESSOAS COM DEMÊNCIA RESIDENTES EM ERPI – UM PROTOCOLO DE INTERVENÇÃO PSICOLÓGICA
PDF
XML

Como Citar

Martins, V., Amorim, I., Martins, C., Silva, M., Alves, A., & Alexandre, A. (2024). ABORDAGEM PALIATIVA A PESSOAS COM DEMÊNCIA RESIDENTES EM ERPI – UM PROTOCOLO DE INTERVENÇÃO PSICOLÓGICA. RIAGE - Revista Ibero-Americana De Gerontologia, 5. https://doi.org/10.61415/riage.224

Resumo

O presente estudo tem como objetivo analisar a aplicação de um protocolo de intervenção psicológica para pessoas com demência residentes em Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI) que foram encaminhados para acompanhamento de uma equipa de apoio psicossocial de um centro hospitalar. Esta intervenção enquadra-se num projeto inovador, financiado pela Fundação “laCaixa”, que tem como objetivo prestar apoio psicológico a pessoas com doença avançada e/ou  em fim de vida residentes em ERPI e ampliar o acesso à intervenção paliativa. Pretende-se ainda analisar a satisfação dos profissionais de uma das ERPIs recetoras do projeto em relação a um programa de formação concebido para promover o apoio integral às pessoas que enfrentam a demência. Foi realizada uma avaliação inicial das necessidades de apoio psicológico dos pacientes com demência referenciados para o projeto e, de acordo com as necessidades específicas de cada pessoa, foi implementado o protocolo de intervenção criado para o efeito. No período de agosto de 2022 a setembro de 2023, 47 pacientes com demência beneficiaram de apoio psicológico, sendo que 32% das intervenções foram de terapia da reminiscência; 30% intervenções sensoriais; 25% psicoterapia; 11% reabilitação neuropsicológica e 2% estimulação cognitiva. Em relação ao programa de formação, abrangeu 15 profissionais e obteve um nível global de satisfação de 98,06%. Os resultados demonstram a complexidade e diversidade de necessidades de intervenção psicológica presentes neste grupo de pacientes, sublinhando a importância de uma abordagem flexível. Adicionalmente, destacam a relevância da formação na capacitação dos profissionais para o apoio integral às pessoas que vivem com demência.

https://doi.org/10.61415/riage.224
PDF
XML