Validação de escala de literacia em saúde sobre VIH para idosos
pdf
XML

Palavras-chave

literacia em saúde
; síndrome da imunodeficiência adquirida (VIH/SIDA)
estudo de validação
idosos

Como Citar

António Manuel Almeida Tavares Sequeira, Isabel Maria Ribeiro Fernandes, & Teresa Isabel Almeida Tavares Sequeira. (2023). Validação de escala de literacia em saúde sobre VIH para idosos. RIAGE - Revista Ibero-Americana De Gerontologia, 4. https://doi.org/10.61415/riage.122

Resumo

A literacia em saúde sobre a síndrome o VIH/SIDA pode ser uma ferramenta-chave na gestão da doença e na redução das taxas de incidência. No âmbito da população idosa verifica-se que muitos não valorizam o risco de contrair a doença, percecionando-a como uma doença dos mais jovens. O objetivo deste estudo foi construir um instrumento de avaliação sobre conhecimentos acerca do VIH para idosos. Foi realizado um estudo metodológico, recorrendo à caracterização psicométrica da escala, através da consistência interna e validade e regressões lineares multivariadas, utilizando uma amostra não probabilística de 350 utentes. A escala apresenta bons valores de consistência interna e permite avaliar a literacia sobre o VIH/SIDA. É constituída por 42 itens, com um score total que varia entre 42 e 84, onde valores superiores indicam um nível mais elevado de literacia sobre VIH/SIDA.

A Escala de Literacia sobre VIH/SIDA, revelam que os itens são classificados de razoáveis e bons, oscilando os Alfa de Cronbach entre 0,778 e 0,818, com um alfa global de razoável (α=0,794), demonstrando potencial para a sua utilização em investigação. As variáveis preditoras foram a idade e as habilitações académicas, sugerindo que quanto menos idade e mais escolaridade, mais elevada é a literacia sobre o VIH/SIDA.

https://doi.org/10.61415/riage.122
pdf
XML