Literacia em saúde sobre VIH/SIDA na população idosa
pdf
XML

Palavras-chave

literacia em saúde
síndrome da imunodeficiência adquirida (VIH/SIDA)
idosos
enfermagem comunitária e de saúde pública

Como Citar

António Manuel Almeida Tavares Sequeira, Isabel Maria Ribeiro Fernandes, & Teresa Isabel Almeida Tavares Sequeira. (2023). Literacia em saúde sobre VIH/SIDA na população idosa. RIAGE - Revista Ibero-Americana De Gerontologia, 4. https://doi.org/10.61415/riage.102

Resumo

A prevalência das doenças crónicas tem aumentado significativamente e a síndrome de imunodeficiência adquirida (SIDA) não é exceção, sendo a promoção de literacia em saúde nos idosos essencial para que se minimize o risco de contaminação por VIH. Este estudo pretendeu avaliar o nível de literacia em saúde acerca do VIH/SIDA dos idosos e verificar se as variáveis sociodemográficas e profissionais influenciam o nível de literacia em saúde sobre o VIH/Sida dos idosos Trata-se de um estudo não experimental, transversal, descritivo-correlacional e quantitativo com a participação de 350 idosos, utentes de uma UCSP da região centro.

A maioria da amostra é do género feminino (66,3%), com uma média de idade de 72,17±6,31 anos. Em termos de literacia 43,7% da amostra revela fraca literacia; 32,9% moderada, 12,0% boa e 11,4% elevada.

Verifica-se que a idade, as habilitações académicas e a zona de residência apresentam relevância estatisticamente significativa, tendo-se apurado que os idosos com idade ≥65 anos (p=0,000), com o ensino superior (p=0,000) e residentes em meio urbano (p=0,000) revelam mais literacia sobre o VIH/SIDA.

Emerge a necessidade de desenvolvimento e implementação de programas de educação para a saúde, que versem a temática do VIH/SIDA, abordando questões relacionadas com a transmissão e sintomatologia, não descurando a prevenção, com destaque para as intervenções do Enfermeiro Especialista em Enfermagem Comunitária e de Saúde Pública.

https://doi.org/10.61415/riage.102
pdf
XML